MEU PRIMEIRO VIBRADOR.
Um guia para você escolher o seu.

Aposto que o seu primeiro sutiã ou absorvente foram um drama na sua vida.

Porém, isso não quer dizer que o seu primeiro vibrador precisa seguir o mesmo caminho. Se você não sabe por onde começar e nem a diferença entre eles (sim! Há diversos tipos e são bem diferentes entre si) #semvergonhaz vai te ajudar!

Antes de se jogar entre tantas opções de vibradores, é importante prestar atenção no que você curte sozinha e acompanhada! 

Na masturbação clitóris = carreira solo ou sente falta da penetração? 

Com o seu boy, acha que pode incrementar as preliminares procurando o mítico ponto G? 

É importante responder a essas e todas as perguntas do tipo, assim você irá adquirir um brinquedo que vai realmente satisfazer suas necessidades. 

Uma vez que o brinquedo esteja escolhido, é super recomendável usar lubrificante junto com o vibrador, afinal de contas, ele ainda não te beija e faz as preliminares para te deixar prontinha para a penetração. Também não esqueça de comprar pilhas – nem sempre elas estão inclusas, e tenho certeza que você não vai querer esperar um minuto! 

Vibradores podem durar por muitos anos, bastando ter cuidados básicos como higienizar antes e depois do uso, o seu aparelho vai comemorar muitos aniversários contigo. É recomendável o uso do gel higienizante específico para vibradores. Quem ama cuida, então antes de guardar em local seco, não esqueça de dar um beijinho, boa noite e até breve para seu brinquedinho.

Abaixo temos um resuminho das principais categorias de vibradores! Se ficar com alguma dúvida, escreve pra gente 😉

> DILDO

O mais tradicional dos vibradores – sempre com aqueeele formato fálico. 

Ele é bastante versátil e prático: você pode usar tanto para penetração como para estimular a parte externa. É como aquele vestido pretinho báaaasico. Precisa ter no armário! Uma versão poderosa e clássica do dildo é o Rabbit. Possivelmente o mais conhecido e o que mais mexe com o imaginário das mulheres. Foi com ele que a personagem da Ingrid Guimarães no filme De Pernas Para o Ar teve o primeiro orgasmo na vida (uau!). Ele é dois em um, uma parte penetrável e um plugue em formato de coelhinho que estimula o clitóris, tudo ao mesmo tempo e podendo ter intensidade de vibração diferente. O único defeito: ele não vai te trazer café da manhã na cama no dia seguinte. Resuminho: Se você curte penetração ou alternar os estímulos, este é o seu match!

    > PONTO G

Encontrar o ponto G pode ser um grande desafio (tem gente que está procurando até hoje e há até quem diga que não existe!). 

Se você já encontrou o seu, ou quer iniciar essa busca esse é o seu vibrador! Ele tem o design apropriado para essa tarefa. O diferencial desse modelo é a curvatura em sua ponta, que serve justamente para estimular a zona do ponto G da mulher. Ah, e assim como os dildos, pode ser usado para estimulação externa também! Mulheres mais sensíveis ao ponto G terão um orgasmo mais intenso com esse querido! Bora experimentar? Resuminho: Se você ama seu ponto G ou quer conhecer essa sensação, este é o seu match!

    > CLITÓRIS

O tamanho pode ser mini, mas o prazer será mega!

Esse tipo de vibra foi especialmente desenvolvido para a estimulação externa do clitóris e da vulva. Não é indicado para penetração, mas a gente sabe que ela não é necessária para voar solo 😉  Ah, e por conta do tamanho, pode ser o vibra ideal para usar pela primeira vez com o boy, assim ele não se intimida com o tamanho e, de quebra, aprende de uma vez por todas onde fica o clitóris! Resumindo: Feitos para estimulação externa. Use sozinha ou com o boy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *